jeudi, novembre 08, 2007

Com a bola toda.

É incrível o poder da auto-estima. Quando ela tá lá em cima, não tem pra ninguém: você é O(A) cara! Não há Brad Pitt ou Angelina Jolie que te supere. E quando ela está no dedão do pé... você é o pior dos seres humanos, consegue estar abaixo da linha da pobreza de espírito mais pobre que a dos meninos da Etiópia.

Há auto-estima em tudo na vida, isso é obvio. Até no setor financeiro que, mesmo se estiver na merda, pode ser facilmente resolvida, com um pouquinho de criatividade. Mas a criatividade só vem se.. a auto-estima te deixar ousar.

As mulheres que o digam (sou mulher, sei bem disso)! Nos dias poderosos do mês (que não são todos, por causa da maldita tpm), um esmalte vermelho, os pés no salto alto, escovão no cabelo, maquiagem e dress to kill, criam toda uma legião de homens babões por onde a gente passa. Esnoba-los então? Noooossa.. NADA melhor do que se sentir a mais gelada coca-cola do deserto de vez enquando! E esses dias nos são MEGA necessários, pra nos lembrar que estamos vivas - e podendo, pelo único fato de sermos mulheres - apesar de tudo. Agora, nos dias fossa (graças a maldita tpm, ou aos malditos homens na maioria das vezes), o que a gente mais quer é uma panela inteira de brigadeiro, e um clássico pró-depressão como "O Diário de Brigit Jones" por exemplo. Até curtir a fossa - quando bem aproveitada - é bom pra caramba. Tudo isso graças a oscilação da tal auto-estima.

Nunca fui uma garota de fazer virar pescoços masculinos, como a Juliana Paes. Muito pelo contrário. Baixinha, gordinha, nem sempre simpática (o que faz a auto-estima nem sempre estar no lugar certo), já passei poucas e boas nas mãos dela. São horas e horas insatisfeita com o espelho (ou seja, comigo mesma, pois o espelho nada mais é do que o meu reflexo) antes de sair de casa, mesmo pra ir pra faculdade. A pilha de roupas em cima da cama, o choro que "nada em mim fica bom", ou "to tãããão gorda", ou "meu cabelo é uma merda", e etc etc etc, já até cheguei ao ponto de falar para o meu pai comprar um espelho novo porque aquele estava com defeito. Ele sempre ri da minha cara quando isso acontece, e diz que "quando estamos insatisfeito com nós mesmos, nada fica bom". E, detesto ter que adimitir, mas ele tem toda razão. Até porque, quando minha auto estima tá nas alturas, eu invento roupas, invento moda, ouso qualquer coisa nova - e quase sempre é um sucesso.

Quando eu estava pra por o aparelho (nos dentes, sabe?) meu maior medo era a auto-estima sair correndo. Mas, contra isso, hoje mais do que nunca faço questão de passar em frente a obras, ou caminhoneiros: quanto mais fiu-fiu's eu ouço, mesmo de aparelho, melhor eu fico. Esse teste do peão e do operário é o melhor que há! O dia que você passar por eles e eles não mexerem com você, volte pra casa, amiga, pois alguma coisa de errado aí tem. Até agora, dois meses com o aparelho, minha tática vem dando certo. "Patinha feia hoje, Cisne daqui a dois anos".

A minha auto-estima financeira venho resolvendo aos poucos. Como não tenho tempo pra trabalhar, por causa das duas faculdades, comecei a vender a única coisa que uma gordinha que se prese sabe fazer bem gostoso: DOCES! Tudo, modéstia à parte, delicioso, e a preço de banana: 1 real! A variedade é ótima também, brigadeiros (branco, preto, branco e preto, e com pedacinhos de morango - castanhas a gosto do freguês), biscoitinhos e bombons. Não dá ÓÓÓ NOSSA O dinheiro, mas uns trocadinhos pro final de semana pelo menos eu tenho. Aos poucos, a auto-estima financeira vai ficando relativamente boa.

Mas não há exemplo melhor sobre a auto-estima do que os jogadores de futebol. Eles sim, são as maiores vítimas do incrível poder dela. Vide o exemplo do Botafogo: indiscutivelmente, o melhor time carioca que começou o ano. Podem vir os vascaínos, flamenguistas, tricolores, falar o que quiser, mas eles eram os melhores! O jogo emocionava! Era lindo ver o time jogando unido em campo, os gols de Dodô, a alegria do Cuca, aquela musiquinha da torcida, e tudo mais. O time estava com a bola toda! Mesmo perdendo o Estadual, mesmo não indo pra final da Copa do Brasil (graças a minha querida xará, Ana Paula, a bandeirinha mais bonita do mundo e, diga-se de passagem, sou realista ao ponto de afirmar que, se não fosse por ela, meu flusão não teria ganho a Copa do Brasil, e a gente não estaria respirando aliviado do jeito que estamos por já estar na Libertadores), mesmo com tudo de ruim que aconteceu, o time começou o brasileirão jogando bonito, esteve entre os primeiros (em primeiro até, se não me engano), até que... PLOFT! conseguiram fazer a auto-estima dos jogadores irem parar no chinelo (ou melhor, na chuteira).

Foi aquela invenção de dopping do Dodô? Foi olho grande?? Sei lá, não importa.. o fato é que, com a auto-estima baixa, o Botafogo não ganhava NADA! Nada mesmo, coitados.. era triste ver elezinhos indo embora do campo com mais uma derrota, dizendo "fazer o que, né?", os gols que não entravam, os juizes que "erravam", tudo conspirava contra eles. Culpa de quem????? Da tal auto-estima.

Minha vontade, de vez enquando, era entrar no vestiário deles - eu a do ra ri a, ui! - e tentar levantar-lhes a moral, sei lá, dar qualquer tipo de contribuição, nem que fosse um banho de arruda ou de pipoca pra melhorar a situação. Não o fiz, primeiro porque não sou botafoguense, porque não sei dar banho de arruda, e principalmente porque adoro cantar aquela musiquinha "NÃO GANHA NADA/ TIME DE CUZÃO/ FICA AI CHORANDO/ QUE ANO QUE VEM/ EU VOU PRO JAPÃO!!!". Se não, eu teria feito. Teria colocado a auto-estima deles no lugar onde devia estar. E eles teriam sido campeões do Campeonato Brasileiro ao invés do São Paulo.

Pelo menos, a umas rodadas atrás, eles se recuperaram, e fiquei feliz por eles. É bom que o Dodô volte a sorrir, para que deixe logo aquele time.

Mais uma prova que auto-estima TEM PODER!! E o dia que a sua estiver ruim, fale comigo, que eu consigo levanta-la num piscar de olhos! Nunca menosprese o que a sua auto-estima pode fazer por/de/com você, seja você homem, mulher, ou jogador de futebol. Lembre-se sempre: A Aninha (e os pedreiros) estão aí pra isso!

E uma ultima consideração: GRAÇAS A DEUS SOU TRICOLOR!















Notas:
- Ano que vem Dodô é nosso!!!! \o/

7 commentaires:

A vida animal a dit…
Ce commentaire a été supprimé par l'auteur.
Anonyme a dit…

Minha vida é uam bosta,minha mãe n me ama,meus sonhos n se realizam,e eu já cansei dessa vida..ninguem me entende,só meu pai..meu pai sabe dos meus problemas e disse qe n era p me matar por ele,fikei sentida,pois creio qe ele sofreria mto,e n quero isso p ele,só pesso,gente n brinque c isso,pois voçs n sabe o qto é voç estar sufocada por dentro,pq qem nunca sentiu isso n sabe o qto é triste,o post é bom,mas p qem qer viver,e n qem sofre..tenho vontade de me matar e natar de vez a minha tristeza,pois nunca amis vou sofrer e passar pelo qe eu passo!Mas o medo n me deixa fzr isso,a coragem..tenho medo do qe possa acontecer cmg..mas do jeito qe eu estou,vou jogar todos os meus sonhos fora,e me matar,pois talves eu encontre a felicidade do outro lado da vida!E entendo qem tem depressão ou algo parecido!E só qem passa por isso ve qe n é tão fácil a vida!

sabrina sato a dit…

VAO TOMA NO CU WUEMQUERS SE MATR NAO FALA SEUS CU ISSO É DOENÇA..FDP

Anonyme a dit…

a sla são por tantos motivos q quero morrer.. tenho 15anos.. n gosto da minha vida.. tive muitas descepcoes .. mágoas e ilusões.. quem sabe agente sumindo .. morrendo.. o mundo será melhor cm vc ao lado de Deus

Clarisse Clari a dit…

Quero me matar

Clarisse Clari a dit…

Vou me matar

Clarisse Clari a dit…

Vou me matar